Exposição Agricultores e Pastores da Pré-História

Categoria
Exposições
Data
2018-09-22
Local
Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

Uma exposição patente no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas com mais de meio milhar de objetos que testemunham a ocupação humana da região de Sintra na Pré-história.

Na mostra estão reunidos mais de 500 objetos que testemunham a densa ocupação humana de Sintra durante a Pré-história recente, ou seja desde meados do sexto milénio, neolítico antigo, até finais do terceiro milénio A.C., Calcolítico final. Parte destes materiais encontraram-se associados a vestígios de faunas domésticas e de sementes cultivadas, cujas cronologias, obtidas por métodos laboratoriais, nos comprovam estarmos perante as mais antigas evidências de comunidades plenamente agro-pastoris até hoje documentadas na fachada atlântica ocidental da Península Ibérica. Esta mostra é a base do novo espaço museológico “O Claustro do Tempo” que reúne testemunhos cerâmicos, utensílios de pedra, artefactos metálicos, moedas, vidros e objetos em osso.

As numerosas peças expostas encontram-se repartidas em duas partes temáticas:“ O mundo dos vivos: os sítios de habitat a exibir vestígios arqueológicos do Neolítico antigo de São Pedro de Canaferrim, atual Penaferrim, e do Lapiás das Lameiras, bem como do pré-histórico  povoado fortificado do calcolítico de Olelas e “O mundo dos mortos: os sítios de enterramento”, ilustrado através dos notáveis espólios descobertos na Anta das Pedras da Granja, no Monumento Pré-histórico da Praia das Maçãs e na Tholos da Várzea de Sintra.

Embora não integralmente, boa parte das coleções expostas resultam do trabalho de investigação arqueológica levado a cabo durante largos anos pela própria equipa do Museu e alguns dos mais significativos conjuntos são agora apresentados a público pela primeira vez.

O MASMO - Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas remonta, nas suas origens, a meados do século XVI, quando se começou a juntar, em torno da ermida dedicada a São Miguel, uma importante coleção de inscrições romanas.

A Câmara Municipal de Sintra, em 1955, por iniciativa de Joaquim Fontes, construiu uma pequena casa para abrigar os vestígios e promoveu a escavação arqueológica e valorização turística e cultural das ruínas romanas adjacentes. O atual museu, inaugurado em 1999, foi construído com base em projeto de arquitetura de Alberto Castro Nunes e António Maria Braga, com consultoria de Léon Krier.

Horário de visita: de terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. O Museu encerra ao domingo, segunda-feira e feriados.

Saiba mais

 
 

Todas as datas

  • De 2018-03-08 a 2018-12-31
    terça, quarta, quinta, sexta & sábado
 
cms 320x191SintraInnActive Sintraturismoportugal 320x191tripadvisor 320x191 
TOPO